Chás emagrecedores

Tempo de leitura: 4 minutos

Chás emagrecedores
5 (100%) 2 votes

Chás emagrecedores

Como todos sabem não há receita milagrosa para perder peso e a “grande chave” para alcançar seus objetivos e ter bons resultados continua sendo: adotar uma dieta balanceada, combinada com atividades físicas.

Porém, é normal fazer uso de alimentos que auxiliam o emagrecimento por suas propriedades, e no topo dessa lista estão os chás emagrecedores.

Os chás redutores são ótimos auxiliadores para quem deseja perder peso de forma saudável. Os chás que emagrecem são uma opção de fácil preparo, além de ser muito barato, existem inúmeros relatos do quão eles funcionam bem.

O especialista Alexandro Botsaris revela que o efeito redutor das plantas estimula forte sensação de saciedade. “Alguns tipos são altamente ricos em fibras solúveis, esses chás absorvem água, formando uma espécie de gel, que em contato com o estômago acabam por preencher os “espaços”, dando sensação de “barriga cheia”, por consequência há redução de apetite”.

Além de tudo isso, alguns chás têm alto poder diurético, ajudam a emagrecer por drenar os líquidos das células, reduzem o peso do corpo, até por fim, diminuírem o peso registrado na balança.

Veja a seguir alguns chás emagrecedores

Chá verde

Ele continua liderando a lista e virando febre, passando a fazer parte dos cardápios de vários tipos de dieta, dentre os emagrecedores o chá verde é responsável pela aceleração do metabolismo e aumento da perda de calorias, além de servir com a prevenção ao envelhecimento precoce.
Uma ramificação do chá verde, é o chá branco que também auxilia no emagrecimento, porém, com vantagem de ser mais nutritivo por conter folhas mais jovens da mesma erva, além de ser menos amargo e consequentemente mais caro.

Chá de hibisco

Ao contrário do anterior, o chá de hibisco tem sabor extremamente agradável e é um excelente emagrecedor. Ele age como regulador do intestino, é um ótimo diurético, reduz a retenção de líquidos, além de reduzir a absorção de carboidratos pelo organismo. Diferentemente dos demais chás, o hibisco não tem ação estimulante, isso o torna ideal para quem é sensível a essas substâncias como a cafeína.

Chá de oliveira

O chá de oliveira auxilia na digestão, é diurético e um excelente regulador do intestino. Apesar de não haver pesquisas conclusivas, muitos acreditam que, também é capaz de agir queimando gordura abdominal. De qualquer forma, entre as propriedades já conhecidas da planta, sabe-se que ele ajuda expulsar toxinas e equilibrar as atividades gastrointestinais, o que o tornar muito eficaz durante uma dieta.

Chá de espinheira santa

O chá de espinheira santa auxilia na regulagem de atividades intestinais, também tem efeito laxativo e diurético. Por conta dessas propriedades esse chá ajuda a melhorar seu metabolismo e expulsar toxinas do seu corpo. É também usualmente recomentado para quem sofre de problemas no estômago.

Chá de hortelã

O chá de hortelã auxilia a aceleração da digestão, e por consequência queimar calorias. Esse chá pode ser preparado de forma leve e refrescante, podendo ser tomado frio ou quente.

Erva Mate

O chá de erva mate é consumido como medicamento a séculos, também auxilia no combate ao câncer. Ele é rico em polifenois e é um excelente antioxidante, quem consome o chá mate sofre com grande aumento do colesterol bom (HDL), ele é responsável por evitar que as gorduras oxidem no organismo.

Chá de maracujá

Quando se fala do chá de maracujá é impossível não associar a calmante natural, pelas suas propriedades sedativas. Porém, o maracujá também tem propriedades diuréticas, e contribui com a expulsão de líquidos do corpo, consequentemente auxilia o corpo a desinchar e reduzir peso.

Além de tudo isso, a casca da fruta de maracujá tem uma substância chamada pectina, que dificulta a absorção de açúcar pelo organismo e ainda exerce efeito sobre a sensação de saciedade por mais tempo, o tornando perfeito para lanches.

Não custa saber

Independente do chá escolhido para compor sua dieta, é importante não esquecer que os excessos de consumo desses chás possam estimular efeitos colaterais, por exemplo: diarreias, náuseas e insônia, além de outras complicações mais graves. Pois mesmo sendo produtos naturais é imprescindível que se tenha consumo moderado para alcançar resultados satisfatórios e saudáveis.

O recomendado é que o consumo diário dos chás não passe de mais de 3 xícaras por dia.

Curta e compartilhe!