Óleo de cártamo emagrece mesmo?

Tempo de leitura: 4 minutos

Óleo de cártamo emagrece mesmo?
5 (100%) 2 votes

Óleo de cártamo emagrece mesmo?

A grande maioria das pessoas preferem optar por adotar dietas restritas em busca de seus objetivos. Muitas vezes quando o indivíduo precisa emagrecer até passam a ingerir remédios “milagrosos” que prometem drástica redução de medidas em pouco tempo, outros tomam medicações por conta própria.

Além dessas medidas serem extremamente prejudiciais e arriscadas, na grande maioria dos casos, as pessoas voltam a ganhar peso em pouco tempo ou obtêm resultados desagradáveis e continuam insatisfeitas com seu corpo. E infelizmente, isso é mais comum do que se imagina.

Quem almeja sua tão sonhada perda de peso está disposto a gastar muito dinheiro, aderir a dietas absurdas e até mesmo ingerir substâncias de origem e efeitos duvidosos só para conseguir aquilo que querem: Emagrecer!

E não percebem que o principal vilão que as afasta do tão sonhado “corpo perfeito” é a falta de informação.

Atualmente no mercado, existem diversos produtos naturais que auxiliam na redução de medidas e que não oferecem riscos nenhum à saúde ou efeitos catastróficos no corpo, e que ainda não são tão conhecidos por uma grande parte das pessoas.

Esses produtos naturais, já vêm sendo usados a muitos anos e seus resultados são comprovados por várias pessoas que já o utilizaram, e com isso estão caindo no gosto popular das pessoas. A maior vantagem tem a ver por eles não provocarem efeitos colaterais.

Se preferir continuar sua luta pelo emagrecimento evitando remédios perigosos ou dietas extremamente restritas, aconselho que conheça o óleo de cártamo, um excelente produto natural, que poderá fazer com que perca gordura localizada principalmente na região do abdômen.

Óleo de cártamo emagrece mesmo?

Primeiramente é necessário que entenda que o óleo de cártamo não pode ser considerado um remédio, pois se trata de um produto natural que não passa por qualquer procedimento químico. E por isso ele pode ser ingerido sem qualquer restrição (fora casos de alergia aos componentes do cártamo).

Inúmeros estudos científicos comprovaram que o óleo de cártamo, propriedades ativas que estimulam a queima de gordura. E justamente por isso, a maioria dos suplementos alimentares com foco na eliminação de gordura têm como seu principal componente esse agente.

Como ele ajuda a emagrecer?

A perda de peso pelo consumo do óleo de cártamo, é estimulada por causa do Ômega 6, presentes nas cápsulas, ele funciona como catalizador para queimar gordura no organismo e fazendo com que permaneça somente a gordura boa responsável por fornecer energia para os órgãos vitais, promovendo assim a queima de calorias.

Enquanto o Ômega 6 opera na redução de gordura, o corpo tenta manter sua energia, indo procurar outra fonte diretamente na gordura localizada da barriga, cintura e quadril. Do outro lado, o Ômega 9 começa a agir reduzindo a produção de armazenamento de gordura na região do abdome, causando o afinamento da cintura.

Os benefícios que a utilização do óleo de cártamo traz a saúde são imensos, e talvez esses sejam os principais motivos que levam as pessoas escolherem-no como auxiliador para a redução de gordura.

Alguns desses benefícios podem ser facilmente citados:

  • Ajuda na redução de gordura
  • Acelera o metabolismo e o tecido muscular
  • Tem efeito antioxidante
  • Inibe o aumento de células de gordura no organismo
  • Promove a queima de gordura
  • Reduz o colesterol
  • Aumenta o sistema imunológico
  • Tem propriedades anti-inflamatórias
  • Auxilia na definição muscular

Outros benefícios

  • Ele reduz a vontade de comer, aumentando a produção de leptina, que é responsável pela sensação de saciedade;
  • Previne o envelhecimento, tem alto valor da vitamina E, combate os radicais livres e tem efeito antioxidante;
  • Também combate a tão temível celulite, justamente por ser anti-inflamatório natural, ele ajudar a reduzir a retenção de líquidos.
  • E por fim, também ajudar a melhorar os níveis de colesterol.

Grande dica!

Se consumir o óleo de cártamo combinado com exercícios físicos, você conseguirá acelerar seus resultados, além é claro, de se dispor a uma reeducação alimentar.

Precauções

Mesmo não existindo estudos apontando efeitos colaterais por conta do consumo do óleo de cártamo, sua ingestão deve ser evitada por mulheres grávidas ou que amamentem, pessoas diabéticas ou crianças.

Para a ANVISA ele é considerado como um suplemento alimentar, e não produto natural emagrecedor, por isso seu consumo deve ser feito somente com recomendação médica.
Gostou das dicas? Então, curta e compartilhe!