Retenção de líquido

Tempo de leitura: 4 minutos

Retenção de líquido
5 (100%) 2 votes

Retenção de líquido

Ela causa inchações abdominais e muito desconforto para quem sofre com ela, além também de muitas vezes causar dores e incomodar por deixar uma aparência de alguns quilos a mais. A retenção de líquido é um problema comum entre homens e mulheres, mas as mulheres se incomodam muito mais com os efeitos desse problema.

É possível acabar com ela apenas mudando alguns hábitos, porém dependendo do caso pode ser necessário outros cuidados. Entenda o que é a retenção de líquido e saiba como evitar e tratar:

O que é a retenção de líquido

A retenção de líquido é um problema causado por um extravasamento de um líquido presente na corrente sanguínea. Esse líquido sai das veias e fica embaixo do tecido subcutâneo, o que dá uma sensação e aspecto de inchaço em todo o corpo ou apenas em algumas partes.

Quem sofre com esse problema sente principalmente ao final do dia, quando as pernas e pés ganham um aspecto de inchados que, ao colocar o dedo deixam uma marquinha, uma espécie de sulco. É comum também o desconforto nos locais inchados e também algumas dores.

O problema tem algumas possíveis causas, tanto de problemas relacionados à saúde, como também comportamentais e externos. Mas é possível tomar alguns cuidados e evitar a retenção de líquidos.

Causas da retenção de líquidos

Variações de pressão sanguínea ou das proteínas no sangue, quantidade exagerada de sais, sódio e sedentarismo são algumas das causas da retenção de líquido. Mas fora essas, o problema pode surgir a partir de outros problemas de saúde, como problemas renais, hepáticos, problema na tireóide e até mesmo o consumo de alguns medicamentos.

As mulheres sentem mais a retenção de líquidos no período antes de menstruação, durante a terrível TPM. As que tomam anticoncepcionais também podem perceber o inchaço causado pelo problema. Os anticoncepcionais contem muitos hormônios, que estimulam o corpo a reter líquidos.

Problemas de circulação também podem causar os inchaços devido à retenção dos líquidos, neste caso o problema é percebido apenas em algumas partes do corpo. Passar muito tempo em pé, ou sentada ou de salto alto também pode causar a retenção de líquido.

Como evitar a retenção de líquidos

A mudança de alguns hábitos pode ajuda a evitar o problema da retenção de líquidos. O primeiro deles é abandonar o saleiro da mesa. O sal contém grandes quantidades de sódio, que por sua vez causa a retenção de líquidos. Evitar o consumo excessivo do sal pode ajudar a aliviar o problema, outra dica é abandonar o sal refinado e consumir o sal rosa do Himalaia, pois contem muito menos sódio.

Os refrigerantes também devem ser abandonados, pois assim como o sal, ele contém muito sódio em sua composição. Além é claro, de grandes quantidades de açúcares. Aumente a quantidade de água ingerida por dia, mas lembre-se que não é tomar tudo de uma só vez, e sim ao longo do dia.

Alimentos diuréticos também são bons para tratar o problema, como o chá de hibisco, melancia, abacaxi e os alimentos conhecidos como detox também são bons para eliminar o líquido e as toxinas acumuladas.

Para casos mais extremos é recomendado a drenagem linfática. Esse procedimento irá tratar a retenção de líquidos e estimular o corpo a eliminá-lo através de massagens. Mas se você não possui condições de arcar com esse tratamento estético, pode optar pela tradicional massagem. Você mesma pode fazer, basta utilizar um creme hidratante para facilitar e massagear as pernas e pés, locais que as mulheres mais sofrem com a retenção de líquidos.

Mudanças comportamentais também são bem vindas para aliviar o problema da retenção de líquidos. A prática de exercícios físicos e o fim do sedentarismo são ótimas para aliviar as dores e diminuir os inchaços. Se você passa muito tempo trabalhando sentada, sempre que possível levante-se e faça uma breve caminhada para esticar o corpo. Se você passa muito tempo em pé, sempre que possível sente-se para relaxar. O mesmo vale para o salto alto. Sempre que possível prefira os sapatos mais baixos e evite o uso por longas horas dos saltos.

Se o problema persistir mesmo com essas mudanças em sua vida, o ideal é procurar um médico para avaliar o problema e ver se a retenção de líquido não é causada por outro tipo de problema.